O marketing pessoal no LinkedIn ganha cada vez mais importância para quem deseja promover sua marca pessoal nas redes sociais. Veja neste artigo quais são os principais pontos a serem levados em consideração na hora de criar sua estratégia de personal branding no LinkedIn.
O marketing pessoal no LinkedIn ganha cada vez mais importância para quem deseja promover sua marca pessoal nas redes sociais. Veja neste artigo quais são os principais pontos a serem levados em consideração na hora de criar sua estratégia de personal branding no LinkedIn.

Marketing Pessoal no LinkedIn – Promovendo sua marca no LinkedIn

Em tempos de redes sociais, ter uma boa estratégia de marketing pessoal no LinkedIn é fundamental para quem deseja divulgar sua marca pessoal na Internet, seja visando o crescimento profissional ou empresarial.

O LinkedIn possui atualmente mais de 400 milhões de usuários em todo o mundo, sendo que mais de 25 milhões estão localizados no Brasil. Por isso, se você ainda não tem uma participação ativa nessa rede, talvez esteja perdendo boas oportunidades em termos de marketing pessoal.

O marketing pessoal no LinkedIn não se restringe simplesmente a pessoas que estão em busca de uma boa posição no mercado de trabalho, já que quando usado de maneira profissional, pode se transformar em uma bela ferramenta de marketing pessoal para divulgação empresarial.

A opção pelo marketing pessoal no LinkedIn não fica restrita única e exclusivamente a profissionais em busca de uma colocação no mercado ou aqueles que procuram por oportunidades de ascensão profissional. Empreendedores também encontram no LinkedIn uma ótima ferramenta para geração de novos negócios.

Seja em que posição você estiver, não há dúvida que em função de seu filtro natural, ser uma rede social especializada em contatos profissionais, o LinkedIn é ferramenta fundamental para qualquer estratégia de marketing digital nas redes sociais.

Como funciona o LinkedIn

No universo das mídias sociais, o LinkedIn se enquadra na categoria de mídias sociais verticais, ou seja, redes que possuem um filtro prévio de ingresso. No caso do LinkedIn, este filtro é o interesse pelo desenvolvimento de relacionamentos profissionais e prospecção de oportunidades de negócios.

Ao contrário de outras redes como o Facebook, no LinkedIn você cria um perfil, não para compartilhar amenidades, como fotos da sua última viagem ou gracinhas do seu animal de estimação. No LinkedIn o objetivo é divulgar suas habilidades e realizações profissionais, desenvolvendo um, networking em sua área de atuação e interesse.

Devido a estas características únicas, o marketing pessoal no LinkedIn deve ser revestido de certas formalidades, que convencionamos chamar de Regras de Etiqueta do LinkedIn, que não estão presentes em outras mídias sociais.

O LinkedIn possui uma dinâmica própria e se você não a incorporar a sua estratégia de marketing pessoal no LinkedIn, o resultado pode ser desastroso, pois ao invés de valorizar sua imagem pessoal e profissional, você pode acabar causando um grande desgaste a ela.

  Complemente sua leitura com o artigo O Que é LinkedIn

LinkedIn não é um repositório de currículos online

Uma comparação que é muitas vezes feita em artigos publicados na Internet e na mídia impressa é de que o LinkedIn seria o seu currículo virtual. Esse é um grande engano e eu vou  explicar porque.

Se o LinkedIn fosse o correspondente digital do bom e velho currículo, bastaria você digitar os seus dados nos campos de informação e estaria tudo resolvido. Você teria uma presença profissional no LinkedIn e a própria rede se encarregaria do seu marketing pessoal. Só que não é assim que a coisa funciona.

É claro que a apresentação pesa bastante na sua estratégia de marketing pessoal no LinkedIn, mas o que funciona como fator decisivo entre o sucesso e fracasso nesta rede são as suas interações, como participação objetiva em grupos, troca de mensagens com suas conexões e participação ativa na rede.

Achar que pelo simples fato de você ter criado um perfil no LinkedIn resolve o seu problema de marketing pessoal nesta rede é simplesmente ingenuidade.

Seu marketing pessoal no LinkedIn não vem funcionando?

Muita gente reclama que o marketing pessoal no LinkedIn não trás resultado e por isso a rede simplesmente não funciona para se conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho ou então captar clientes em potencial para o seu negócio.

Quando essa situação acontece, eu sempre pergunto o que a pessoa tem feito em termos de marketing pessoal no LinkedIn. Na maioria das vezes a resposta é simplesmente que criaram um perfil, mandaram um caminhão de convites padrão de conexão e nada mais. Se esse é o seu caso, posso adiantar que não vai dar certo.

Para ter sucesso em uma estratégia de Personal Branding no LinkedIn você precisa estar presente e não apenas estabelecer uma posição. Estar presente significa participar de Grupos no LinkedIn, interagir com as pessoas que compõem a sua rede e oferecer conteúdo relevante aos participantes.

Melhor estratégia para o marketing pessoal no LinkedIn

Marca pessoal no LinkedIn

Em primeiro lugar, planeje detalhadamente os seus passos. Toda estratégia de marketing pessoal nas redes sociais exige um planejamento prévio, uma análise dos objetivos que você deseja atingir e do ambiente em que se darão as suas diversas ações.

No caso específico do LinkedIn, um roteiro bem simplificado para isso seria:

  • Quais são os seus objetivos de marketing pessoal no LinkedIn?
  • Qual o tempo que você tem para se dedicar a isso?
  • Qual a proposta de valor que você pode oferecer no LinkedIn?
  • Qual o seu nível de conhecimento da ferramenta?

Definidos estes quatro pontos, você já pode começar a traçar a sua estratégia, elaborar o conteúdo do seu perfil e definir sua estratégia de conexões no LinkedIn. Eu reconheço que para muitas pessoas, a parte operacional é bem mais sedutora que a do planejamento, mas sem um bom planejamento prévio, os resultados simplesmente não aparecem.

O LinkedIn é um investimento a médio e longo prazo

É importante que você esteja consciente que os resultados não aparecerão da noite para o dia. Como toda estratégia de marketing nas mídias sociais, o retorno de suas ações se dará com o decorrer do tempo.

As boas oportunidades de trabalho e negócios não aparecem todos os dias e relacionamentos sociais demandam tempo para amadurecer, portanto, não desanime se as coisas não começarem a acontecer imediatamente.

Também é importante que você construa sua rede de conexões no LinkedIn com critério e qualidade. De nada adianta você entulhar de gente sua rede de contatos se essas pessoas não estão alinhadas com os seus objetivos no LinkedIn.

Da mesma forma que ao criar uma estratégia de marketing pessoal no Facebook você não deve ter o número de fãs como meta da sua página e sim as interações, tráfego que ela gera e conversões, no LinkedIn a quantidade de conexões não deve ser seu objetivo principal.

O LinkedIn pode se transformar em uma ferramenta sensacional para divulgação da sua marca pessoal, mas suas ações precisam ser precedidas de planejamento e depois de implementadas precisaram de um acompanhamento sistemático para que sua estratégia de marketing pessoal no LinkedIn tenha sucesso. Mantenha-se atualizado assinando a nossa Newsletter.

Por Alberto Valle, diretor e instrutor da Academia do Marketing

Marketing Pessoal no LinkedIn
5 (100%) 12 votes
PUBLICIDADE