Os passos para usar o LinkedIn no recrutamento

Os passos para usar o LinkedIn no recrutamento
Sugestões para usar o LinkedIn no recrutamento

Muitas pessoas definem o LinkedIn como um Facebook profissional ou uma ferramenta para se manter em contato com seus pares da indústria, uma vez feita a comunicação através de e-mails.

No entanto, esta abordagem ignora completamente a maior virtude do LinkedIn e o seu grande diferencial: o seu potencial que essa ferramenta tem para o recrutamento e seleção.

Com mais de 270 milhões de usuários, o LinkedIn oferece grandes possibilidades para posicionar-se para um emprego ou para as empresas encontrarem os candidatos ideais para o preenchimento de vagas de trabalho.

Geralmente, as empresas optam por usar a ferramenta conhecida como LinkedIn Recruiter, desenvolvido pela SAP, que permite que as empresas rastreiem na Web os talentos de acordo com a análise de critérios como habilidades, idade, sexo e até mesmo a interação social. Muitas companhias têm economizado milhares de dólares com esse novo modelo de recrutamento.

Mas existem outros métodos para recrutamento no LinkedIn que também podem ser usados com ótimos resultados. Para aproveitar 100% da capacidade do LinkedIn no recrutamento de novos talentos para a sua organização, apresentamos cinco opções de ferramentas.

Use o LinkedIn Talent Finder

Em sua versão gratuita, o LinkedIn não oferece recursos que permitam encontrar com facilidade, profissionais qualificados na rede. No entanto, na versão Premium encontramos uma ferramenta mágica que facilita o trabalho de recrutamento conhecida como o Talent Finder.

As empresas podem usar este aplicativo para entrar em contato com todos os membros do LinkedIn através da função InMail e ver perfis estendidos, obter mais filtros e até mesmo encontrar grandes candidatos que não estão ativamente à procura de trabalho. O Talent Finder custa 74,95 dólares por mês.

Crie uma imagem profissional para sua página corporativa

A criação de uma página corporativa no LinkedIn é uma das tarefas de um usuário avançado do LinkedIn. Fazer isso não é tão difícil assim, embora exija algumas técnicas de marketing em mídias sociais.

Clique na opção Empresa, da barra de navegação superior, e selecione Criar um perfil de empresa na lateral direita. Você será solicitado a dar o nome de sua empresa, endereço de e-mail e outras informações corporativas.

Ter uma páginae oficial da empresa permite que que você forneça informações sobre sua empresa e produtos, além de ser um ótimo complemento para qualquer negócio realizado nesta plataforma.

Embora a definição desta página  na versão avançada tenha um custo, a opção por ela o tornará capaz de fornecer vídeos, depoimentos e mensagens sobre o ambiente profissional ma sua empresa e o o que trabalhar para ela significa.

Meça a eficácia de sua contratação

Claro, ninguém quer medir a eficácia de sua contratação no LinkedIn e é aí que o novo recurso Brand Index Talent entra em jogo.

Este Brand Index mede o alcance da sua marca e do número de pessoas envolvidas ativamente com ela (por exemplo, usuários do LinkedIn que veem os seus empregos ou páginas de perfil). Ela também lhe dá uma pontuação em um índice ou ranking.

De acordo com esta classificação, a Apple e o Google são duas das melhores empresas posicionadas.

Faça uso da opção Empregos Patrocinados

Talvez esta seja a maneira mais óbvia de atrair futuros funcionários é usando o recurso Empregos Patrocinados. Como isso funciona? Seu anúncio vai parar no topo da página inicial da rede social e das mensagens diretas para os melhores candidatos.

O empregador pode definir quantas vezes seus anúncios vão aparecer na primeira posição e até mesmo confirmar o custo por clique, bem como limite do valor que quer gastar.

Participe de grupos do LinkedIn

A maneira mais fácil de criar interesse na sua empresa e nas atuais vagas em aberto é participar de grupos relevantes. Adote uma postura proativa, inscrevendo-se em grupos relevantes, criando e desenvolvendo uma rede de contatos com candidatos potenciais.

Ao interagir com pessoas de interesses e ideias semelhantes em grupos de discussão e Q & A, regularmente,  a empresa pode estabelecer uma presença atraente no LinkedIn. Isso pode ser suficiente para que os recrutas curiosos entrem na página da sua empresa e passe a conhecê-la melhor.

O contexto online é similar ao contexto offline, por isso não seja excessivamente direto e explícito com os candidatos, mas também não é necessário ser muito cerimonioso. Siga o seu estilo de atuação offline.

Mas antes de abordar um candidato procure elementos em comum que lhe possam ser úteis para “quebrar o gelo” no momento da abordagem.

GD Star Rating
loading...
Passos para usar o LinkedIn no recrutamento, 10.0 out of 10 based on 1 rating

DEIXE UMA RESPOSTA