Como criar um perfil no LinkedIn e se destacar

Se você ainda não sabe como criar um perfil no LinkedIn, neste artigo vamos mostrar como e mais ainda, dar ótimas dicas para fazer com que ele se destaque e se transforme em uma ferramenta útil na sua estratégia de marketing pessoal.

O LinkedIn é atualmente um dos melhores canais para quem busca desenvolver sua carreira através do relacionamento com outros profissionais da área. A rede deverá encerrar o ano com mais de 30 milhões de usuários ativos, só no Brasil.

O problema é que por se tratar de uma rede, podemos dizer, mais sisuda, muita gente acaba tendo um certo medo de participar dela, temendo cometer algum erro que possa acabar por comprometer sua imagem pessoal, principalmente no que diz respeito à elaboração do perfil.

Para ajudar você a vencer esta barreira, criamos um roteiro completo sobre como criar um perfil no LinkedIn de forma profissional e se destacar nesta rede. Nele vamos abordar questões como:

  • Criação do perfil inicial
  • Preparação dos dados do perfil
  • O cuidado com a foto do perfil no LinkedIn
  • Criação de um título de impacto
  • Apresentação da sua experiência profissional
  • Criando o Resumo do seu perfil no LinkedIn
  • Criação da sua rede de contatos inicial

Você verá que, embora trabalhosa, a criação de um perfil no LinkedIn não é nenhum bicho de sete cabeças, e seguindo algumas dicas básicas, você pode evitar facilmente alguns dos erros mais comuns

O passo a passo de como criar um perfil no LinkedIn

Veja abaixo o passo a passo de como criar um perfil no LinkedIn e algumas dicas para fazer com que ele se destaque nesta rede.

1 – Criação do perfil no LinkedIn

Essa é a parte mais fácil, bastando clicar aqui para acessar a página inicial no LinkedIn e fazer o seu cadastro. Lá você irá inserir algumas informações iniciais e fazer as verificações de segurança exigidas pela rede, como confirmação por telefone e endereço de e-mail.

Criada a conta, vai aí a nossa primeira dica importante para quem deseja saber como criar um perfil no LinkedIn e fazê-lo funcionar de verdade em sua estratégia de marketing pessoal: Organize seus dados primeiro.

Se você já elaborou um plano de marketing pessoal nas redes sociais, é provável que a maioria das informações necessárias já estejam nele, mas leia este artigo até o final para poder determinar tudo o que você irá precisar e de que forma irá formatar estas informações.

2 – A sua foto de perfil

A foto do perfil é um dos elementos de comunicação mais importantes de um perfil no LinkedIn, por isso é preciso tomar alguns cuidados com ela.

Em primeiro lugar, essa é uma rede profissional que precisa ser tratada com um pouco mais de seriedade, portanto, nada de fotos de camiseta ou sunga. Isso não passa nenhum profissionalismo. Em nosso Curso de LinkedIn, recomendamos que você tire uma foto como se estivesse indo trabalhar.

Outra coisa. Faça uma expressão simpática na foto. Nada de fotos Pitbull, do tipo arrogante e presunçoso, a não ser que as pessoas saiam rapidamente do seu perfil assim que acessarem.

3 – Crie um título profissional adequado

Outra dica para quem deseja saber como criar um perfil no LinkedIn é escolher um título que seja adequado para os seus objetivos de marketing pessoal no LinkedIn. Nada daquelas coisas de “Mega Super Master Blaster, CEO das Galáxias” e outras coisas que a gente costuma ver por aí.

O seu título profissional deve atender às necessidades de quem realiza buscas pela categoria profissional que você deseja passar título do seu perfil no LinkedIn. A dica é simples. Coloque-se no lugar de uma pessoa que faria uma busca por um profissional como você. Qual a expressão que ela usaria. Pronto. Está aí a resposta!

4 – Descrição da sua formação acadêmica

Outro ponto importante é o que diz respeito à sua formação acadêmica, afinal de contas, se estamos em uma rede profissional as pessoas, e principalmente os recrutadores precisam saber da sua formação.

Repare que a nossa questão aqui é saber como criar um perfil no LinkedIn que seja ao mesmo tempo sucinto e objetivo. Por isso, não precisa fazer a descrição de todo o seu histórico, desde que nasceu. Isso torna o perfil cansativo para qualquer um.

Coloque apenas a sua formação superior e seus cursos complementares mais importantes. Se quiser detalhar estas informações, você poderá fazer isso em um aplicativo de currículo para LinkedIn ou então em um arquivo anexado ao perfil.

Como criar um perfil profissional no LinkedIn

5 – Experiência profissional

Esse é outro ponto em que os excessos são plenamente dispensáveis. Ao fazer uma descrição de sua experiência profissional, como no caso da formação acadêmica, coloque apenas seus últimos cargos mais relevantes.

Se você estiver em busca de emprego no LinkedIn, e um recrutador se interessar pelo seu perfil, será pelo “conjunto da obra” e não por uma longa lista de cargos que você já ocupou. E se interessando, ele entrará em contato com você e aí sim, você poderá mencionar todas elas que achar convenientes.

6 – Competências

Este é um outro item bastante interessante em um perfil no LinkedIn, que nos ajuda a ter uma ideia de com quem estamos falando.

As Competências na verdade são as suas áreas de especialização, em o que você é realmente bom. É outro ponto onde menos é mais. De nada adianta colocar caminhões de Competências, pois no final da contas passa a mensagem de que você não é um expert em nada.

7 – Escrevendo o seu Resumo no LinkedIn

Esse é um outro elemento extremamente importante no seu perfil. O Resumo é aquela parte que fica lá em cima do perfil, logo abaixo da sua foto. É como se fosse uma carta de apresentação. Por isso, sua estrutura é crítica para o processo de comunicação.

Planeje detalhadamente o seu resumo previamente. O ideal é que ele seja escrito na primeira pessoa, pois afinal de contas, você está iniciando uma conversa com que visita mais detalhadamente o seu perfil.

Nele, ressalte suas principais habilidades e apresente o que você faz, para quem você faz e como você faz. Lembre-se que em uma estratégia de marketing pessoal nas redes sociais você está “se vendendo”, por isso capriche na argumentação.

8 – Criando sua rede de contatos

Agora que você já sabe como criar um perfil no LinkedIn, fica faltando criar a sua rede de contatos, não acha? Uma primeira sugestão é importar a sua lista de contatos de e-mail, o que pode ser feiro através do próprio LinkedIn.

Outra dica é se conectar com pessoas com as quais você já trabalhou, que poderão ajudar você fazendo recomendações e assinalando Competências em seu perfil.

É claro que em um único artigo não conseguiríamos esclarecer todas as técnicas e dicas para a criação de um perfil de sucesso no LinkedIn. Por isso, recomendamos que você complemente a leitura deste artigo, acessando a seção de artigos sobre LinkedIn disponível em nosso site.

Agora que você já sabe como criar um perfil no LinkedIn, é uma questão de planejar o seu perfil, fazer a coleta e formatação dos seus dados e colocar a mão na massa. Mantenha-se em dia com essa e outras informações envolvendo o LinkedIn e marketing pessoal, assinando a nossa Newsletter.

Por Alberto Valle, diretor e instrutor da Academia do Marketing

Como criar um perfil no LinkedIn
5 (100%) 2 votes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here