Como criar um site pessoal profissional

Nosso assunto de hoje é como criar um site pessoal profissional, uma ferramenta fundamental para quem deseja criar uma boa estratégia de marketing pessoal na Internet.

Como já mencionamos diversas vezes aqui no site, ter um site pessoal, ou blog pessoal, é fundamental para quem deseja construir sua marca pessoal na Internet. Ele funciona como um verdadeiro Hub para todas as suas atividades online.

O problema é que muitas pessoas que buscam expor sua marca online através de um site pessoal, acabam fracassando, por não conhecerem a melhor estrutura para cria-lo.

Por isso, neste artigo vamos discutir os principais elementos de um site pessoal, como:

  • Domínio como marca pessoal
  • Plataforma para seu site pessoal
  • A sua página Sobre
  • Serviços e produtos
  • Depoimentos de clientes
  • Outros canais nas mídias sociais
  • Informações de contato

Vejamos então, como criar um site pessoal profissional de forma estruturada, que possa transformar este canal online em uma verdadeira vitrine interativa do seu trabalho.

Passo a passo de como criar um site pessoal profissional

Abaixo listei todas as etapas para a criação de um site pessoal que vai destacar sua marca pessoal na Internet e ajudar a gerar contatos e ampliar o seu networking.

1 – Adquira um domínio próprio com o seu nome

O primeiro passo para quem está interessado em saber como criar um site pessoal profissional é registrar um domínio próprio, com seu nome ou então incorporando o seu nome a uma identificação profissional.

Se o seu nome for comum, é bem possível que na hora de registrar o seu domínio, ele já esteja sendo usado por uma outra pessoa. A solução é colocar uma extensão em seu nome. Veja alguns exemplos:

  • albertovalle.com.br
  • albertovallemarketing.com.br
  • albertovallebr.com.br

Nada de criar seu site profissional em domínios gratuitos como Blogger ou WordPress. Além de não passarem uma imagem realmente profissional, estas opções possuem sérias restrições técnicas, que acabarão prejudicando o desempenho do site.

2 – Escolha da plataforma para o seu site

O segundo passo é o da escolha da plataforma, o sistema que você usará para criar o seu site profissional, uma etapa que eu sei que assusta muita gente, mas como você verá, de solução bem simples.

A melhor opção, sem sombra de dúvida é optar pela plataforma WordPress, uma das mais utilizadas no mundo inteiro, quando o objetivo é a publicação e gerenciamento de conteúdo. A plataforma possui diversos recursos e certamente irá proporcionar uma ótima opção para a sua marca pessoal.

Outra opção, embora menos robusta, seria a utilização da plataforma oferecida pela Wix. Essa é uma solução mais simples, menos potente em termos de marketing digital, mas que tem como vantagem ser mais fácil de utilizar, principalmente se você não conhece muito bem o funcionamento do WordPress.

3 – A sua página Sobre

Essa é uma das mais importantes páginas do seu site, pois é justamente nela que você começará a “se vender” em termos de marketing pessoal online.

Como o próprio nome já diz, esta é a páginas onde você irá falar sobre você, de forma mais objetiva.

Nela você deve criar uma história sobre você, falando sobre como começou a trabalhar na sua área de atuação, quais as experiências profissionais que você possui, seus principais interesses e realizações na sua área.

Com essa é uma página “sobre você”, é aconselhável que o conteúdo seja escrito na primeira pessoa, afinal, dentro do conceito de marketing pessoal, você estaria “conversando” com o leitor.

Tenha em mente que essa página é um bate papo sobre você e não um currículo, o que é uma outra coisa. Você pode até criar uma página específica para estas informações e usar o seu site como alternativa para o currículo, mas esta não é a função da sua página Sobre.

4 – Seus serviços e produtos

Estamos falando sobre como criar um site pessoal profissional, mas isso não exclui a possibilidade de neste mesmo site, você falar sobre serviços ou produtos que você oferece. Afinal de contas de que forma você resolve o problema dos outros?

É importante deixar claro, que na maioria das vezes, a venda de serviços e produtos ligados a você, não deva ser feita diretamente em seu site pessoal. O ideal mesmo, até mesmo para efeitos de acompanhamento de métricas de conversão, é ter um site específico para isso.

Em seu site pessoal, você pode começar a apresentar o seu produto ou serviços, para depois, complementar essa informação em seu site de vendas propriamente dito.

Ou seja, o seu site pessoal, funcionaria, como chamamos em marketing digital, como um canal de geração de Leads, captação de pessoas com interesse em seus serviços ou produtos.

Como criar um blog pessoal profissional

5 – Depoimentos de clientes

Outro ponto importante na construção da sua marca pessoal na Internet, é mostrar os resultados do seu trabalho. Nada melhor para isso do que depoimentos de seus clientes mostrando de que forma você os ajudou a resolver problemas relacionados à sua área de atuação.

Por isso, na hora de criar um site pessoal profissional, é interessante que você coloque estes depoimentos em alguma área, como por exemplo, a página onde você fala sobre os seus serviços, como acabamos de mencionar.

Estes depoimentos geram autoridade mostrando que você é um profissional competente no que faz. Quanto mais depoimentos, obviamente, dentro do razoável, melhor para reforçar a sua marca pessoal.

6 – Canais nas mídias sociais

Outro item importante que você deve relacionar na hora de criar um site pessoal profissional são os seus canais nas redes sociais, ferramentas fundamentais em sua estratégia de marketing pessoal na Internet.

Se você estiver trabalhando com a plataforma WordPress, a maioria das templates, layouts que você compra em sites especializados como o Theme Forest, já possuem essa opção na própria configuração do tema, o que facilita bastante neste caso.

É importante oferecer esse tipo de informação, pois na verdade você expande a comunicação com os visitantes do seu site, expondo-os ao conteúdo publicado nas suas mídias sociais e cria outros pontos de contato e também funciona como fonte de geração de tráfego para o seu site.

O importante neste caso é só inserir estas referências depois que o seu perfil nestas redes sociais estiver bem estruturado em termos de configurações e conteúdo.

7 – Conteúdo do seu site pessoal

O problema não está apenas em como criar um site pessoal profissional. A estrutura, como você já deve ter percebido até aqui, não tem muito mistério. O grande desafio está na geração de conteúdo para este site, que agregue valor ao dia a dia das pessoas.

Por isso, elabore uma lista de artigos que possam ao mesmo tempo expor as suas expertises profissionais, contar um pouco da sua experiência e também que deixem para os seus leitores algum tipo de informação.

U marketing de conteúdo é uma das principais tendências do marketing digital moderno, e precisa ser incorporado à sua estratégia de marketing pessoal online, sob o risco do seu site acabar se transformando em apenas um cartão de visitas um pouco mais sofisticado.

8 – Informações de contato direto

Finalizando, um item que parece meio obvio, mas que precisa também da sua atenção, que é o formulário para que as pessoas possam entrar em contato direto com você.

Ele precisa estar em lugar visível e ser o mais simples possível, já que as pessoas simplesmente odeias preencher formulários de e-mail.

Outro ponto importante é além de oferecer esta opção de contato, incluir também o seu telefone, e até mesmo uma opção para contato via WhatsApp, tão utilizado hoje em dia.

Agora que você já sabe como criar um site pessoal profissional e quais são os principais pontos de sua estrutura, é apenas uma questão de se planejar e colocar a mão na massa. Mantenha-se atualizado assinando a nossa Newsletter.

Por Alberto Valle

Como criar um site pessoal profissional
5 (100%) 10 votes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here