Coisas que você deve ou não deve fazer no Linkedin

Uso e gosto muito da rede social Linkedin, onde posso trocar informações, participar de debates, divulgar meus textos, acompanhar empresas e conhecernovas pessoas da minha ou de outra áreas do mercado.

Ao mesmo tempo, o abuso na utilização do Linkedin pode gerar o efeito inverso, impedindo o usuário de usufruir de todos os benefícios que essa rede tem a oferecer.

Seguem então algumas sugestões básicas para o uso do Linkedin a serem seguidas para não prejudicar sua imagem profissional:

Imagem

A imagem é um dos elementos mais importantes no processo de comunicação de um perfil no LinkedIn, por isso, é necessário dedicar bastante atenção a este item. É preciso ter um posicionamento sério e profissional por ser uma rede de contatos focadas em profissões, empresas e negócios.

Não coloque foto de óculos escuros, bonés, chapéus, trajes estranhos ou inadequados. Use uma boa foto, e mostre a sua cara de forma simpática e real.

Currículo

Os recrutadores são extremamente técnicos e não se deixam enganar por expedientes já conhecidos como como tentar inflar o currículo para impressionar. Coloque apenas o que for essencial.

Evite empregar chavões como “sólida formação” e outros termos muito usados. Use menos palavras e cite menos experiências para ter uma leitura mais fácil e objetiva.

Seja um participante presenta na rede

Vivemos em um mundo de algoritmos e no LinkedIn não é diferente. O objetivo principal da sua participação nesta rede não deve estar focada no tamanho da sua base de contatos e sim na qualidade das suas interações.

Vale a qualidade e o uso que você faz da sua rede de conexões. O principal objetivo deve ser o de participar, mostrar opiniões, opinar e interagir. É isso que conta em termos de relevância.

Entre em grupos de interesse e use-os bem

Os Grupos do Linkedin são um ótimo espaço de convivência, mas saiba respeitar as regras e não usá-los apenas como promoção pessoal ou de negócio. Muitas pessoas e empresas abusam do auto-merchandising.

Não é  bom colocar um comentário remetendo para um texto ou post seu ou link de produto ou serviço. Apenas coloque sua opinião ou participe do debate, sempre de forma cordial e simples.

Mensagens pessoais ou genéricas por e-mail

Muito cuidado com mensagens diretas ou generalizadas para sua rede de contatos. Use apenas em caso de necessidade ou de forma esporádica.

O e-mail pessoal é um espaço particular. Ao invadir esta privacidade você pode ter uma reação negativa contrária.

Recomendações pessoais

Não abuse deste recurso e nem solicite as pessoas que o façam. Se a participação for espontânea será mais verdadeira e de maior valor.

O que fazer e não fazer no LinkedIn

Personalize suas mensagens

Tente não repetir as mesmas mensagens que você já publicou no Facebook ou Twitter, em seu timeline no Linkedin. Dê um toque mais pessoal na chamada ou descrição. Se for o caso, direcione sua mensagem ou texto ao grupo relacionado àquele assunto.

Outra recomendação importante é acompanhar os comentários feitos em suas publicações e também comentar outras notícias e mensagens.

Visite com frequência a rede

Não adianta apenas se inscrever e interagir pouco ou só de vez em quando. Crie um hábito de acessar sempre o Linkedin. As oportunidades de carreira e negócios podem surgir conforme sua atuação e frequência nesta rede social.

Personalize suas configurações

Não deixe o Linkedin apenas nas configurações básicas padrão. Ele permite que você adapte sua participação ao seu gosto, configurando a frequência dos e-mails e outros detalhes sobre sua participação nos grupos.

Não se satisfaça apenas com as ações básicas oferecidas pela plataforma e muito menos seja um participante passivo da rede. Use-a com atenção e conheça as vantagens que esta ferramenta pode oferecer.

Com estas orientações sobre o que você deve ou não deve fazer no Linkedin, a exposição da sua marca pessoal e o seu networking digital estarão bem encaminhados neste canal. Mantenha-se em dia com esta outras informações sobre o marketing pessoal e profissional no LinkedIn, assinando a nossa Newsletter.

Por Roberto Tostes

O que você deve ou não deve fazer no Linkedin
5 (100%) 8 votes

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here